O papel do Coach: revelar o que as pessoas estão pensando

pensamento1

O papel do Coach é revelar o que as pessoas estão pensando. O nosso trabalho como coach é buscar elevar o nível de pensamento do coachee, porque quando trabalhamos a transformação do pensamento, torna-se necessário elevar esse nivel de consciência para um nivel superior.

O problema é que nós, seres humanos, parece que já nascemos predispostos a sempre ter a razão em nossos pensamentos. Muitas vezes queremos proteger a nossa consciência defendendo a nossa forma de pensar. E quando alguém nos convida a pensar de alguma forma nova, isso não se adequa ao nosso pensamento.

As pessoas não podem ouvir o que você está dizendo, enquanto elas estão ocupadas em ouvir o que eles estão pensando. Em muitas ocasiões não ouvimos as pessoas, mas sim a voz que está dentro de nossa cabeça, e o nosso cérebro conta historia a respeito do que estamos ouvindo e quando chega no entendimento, então chega de uma forma diferente.

O papel do coach é fazer as pessoas revelarem aquilo que estão pensando, porque no momento em que a pessoa revela o que ela está pensando, é quando ela conseguirá transformar o pensamento. Você só consegue transformar aquilo que está revelado, mas não consegue transformar o que ainda não está revelado.

O primeiro trabalho do Coach é criar um ambiente para que a pessoa possa revelar qual o seu pensamento. E você não pode ficar surpreso, se perceber que o seu coachee não está comprometido com aquele pensamento, pois a maioria das pessoas não querem transformação. Elas querem reconhecimento pois necessitam ser reconhecidas e elogiadas.

E no momento em que você convida a pessoa para entrar na batalha da transformação, existe um conflito entre o pensamento superior e o pensamento real. Sempre vai haver essa batalha, essa tensão, entre o que é possível e o que é real. Entre o ponto B e o ponto A.

A maioria dos coaches cometem o erro de iniciar pelo ponto A. (Como  eu posso ajudar? Me fale o  que está acontecendo? O que você precisa? ) Todas essas são perguntas legitimas, mas perigosas porque, na realidade, o que o coach está fazendo é pedir para o coachee dar a responsabilidade para ele a respeito da vida dele. Se eu pergunto como eu posso ajudar, eu já estou presumindo que a outra pessoa não pode se ajudar. Isso é uma forma arrogante de fazer coaching.

Nós devemos começar com o ponto B.

Desde o início, você tem que estabelecer que é o coachee que vai realizar o trabalho. Mas pode ser que inicialmente ele vá oferecer resistência a essa conversa. E vai querer perguntar, o que você acha? É uma armadilha! Ele está tentando te induzir para você falar o que ele deve fazer. Mas o papel de um coach é devolver a responsabilidade para o coachee.

Quando devolvemos a responsabilidade para o coachee, isso faz com que eles revelem os diálogos internos que estão impedindo deles conseguirem os resultados. Somente assim, quando revelam as conversas internas é que existe a possibilidade de transformação.

Ensinamentos de Hendre Coetzee (Fundador e Presidente do CAC – Center for Advanced Coaching)

Pense nisso!

ARIEL NOBRE – Master Coach

Etiquetado , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: