Os Princípios de uma boa Liderança (II)

liderança

Analisar os princípios de liderança propostos por Jack Welch, funcionário que chegou a presidencia da GE (General Eletric), no ano de 1981, vem se tornar para nós importante, pois vamos conhecer um modelo de uma liderança eficaz que gera resultados extraordinários. Ele trouxe grandes contribuições e conceitos inovadores que modificaram a história da GE de maneira significativa, transformando a cultura da organização da empresa e reinventando a empresa num cenário extremamente difícil e cheio de adversidades.  Vamos a segunda parte com os demais princípios:

Gerencie Menos – Muitos líderes e chefes temem que seus liderados tenham a liberdade de tomar decisões e ajam, sem ter que esperar por uma palavra de ordem. Mas o princípio da liderança não precisa ser quebrado, apenas determine quem vai fazer o que, e deixe o caminho livre e o espaço aberto para as pessoas darem suas opiniões, ideias e colocá-las em prática.

Envolvimento de todos – O líder tem que estimular a participação de todos no processo do desenvolvimento proposto pela organização. Quando todos estão contribuindo com ideias e estão envolvidos e empenhados em buscar o crescimento pessoal, profissional  e também o crescimento da organização, os resultados aparecem de forma mais eficaz e muito mais rápidos.

Reescrever a lista de compromissos – Não podemos nos enganar. Há uma necessidade de atualizar sempre, o que nos obriga de tempos em tempos rever e reescrever nossos objetivos, as metas e se for necessário até mesmo a forma de como iremos alcançá-los. Assim nos antecipamos às mudanças que insistem em acontecer, e não somos apanhados de surpresa.

Tome decisões rapidamente – Hoje, a evolução do mercado não permite nossas procrastinações. Tanta demora na resolução dos processos dentro de uma empresa pode significar a perda de altas cifras de dinheiro. É preciso ter pressa em avaliar e solucionar as questões, o quanto antes, pois enquanto pensamos, nossos concorrentes estão lá na frente.

Aumente a confiança – A confiança em alta é necessária para que as pessoas façam cada vez melhor os seus trabalhos. Colaboradores que não acreditam no que estão fazendo, que não creem em suas capcidades e habilidades, certamente não terão resultados positivos em suas carreiras.

Estabeleça metas ambiciosas – O objetivo das metas ambiciosas é motivar as pessoas a trabalharem buscando a alta performance, um padrão elevado de desempenhom para conseguirem alcançar cada vez mais objetivos maiores, contribuindo assim para a eolução e o crescimento da empresa. Esse tipo de meta faz com que o colaborador se empenhe ao máximo para buscar melhorias para a sua carreira e para a organização como um todo.

Elimine os limites – Eliminar definitivamente tudo o que possa impedir o progresso da empresa ou do grupo, proporcionará um ambiente onde todos tem liberdade para se expressar e dar a sua contribuição, aumentando o desempenho de cada pessoa.

Expresse uma Visão – Todos são conhecedores de que um líder só chega onde a sua Visão alcança, e expressar sua Visão constantemente fará com que os liderados desenvolvam autonomia suficiente para colocarem em prática as metas e os planos que o líder estabeleceu para o crescimento da organização.

Boas ideias são bem vindas – Livre-se do pensamento de que você não pode aceitar ideias que não venham de você. Esteja aberto e disposto a ouvir na essência seus colaboradores e dar ouvidos às contribuições que eles tem a fazer. Preste atenção nas críticas e sugestões de seus clientes. Aceitar as boas ideias é uma atitude responsável pelas melhores e mais significativas mudanças que sua empresa pode passar.

Estimule o desempenho dos outros  – Procure dsenvolver habilidades e competências, aprimorando o potencial de cada liderado. Este princípio está dentro do que Jack Welch desenvolveu o que chama de “Os Quatro ‘E’s da Liderança”: Energia Pessoal, Energização, Entusiasmo e Execução.

Qualidade é o seu trabalho – O estímulo aqui é fazer com que cada líder e liderado realize seu trabalho com a maior e melhor qualidade possível. Por mais que seja difícil, que encontremos inúmeros obstáculos pela frente, é imprescindível colocar o máximo de empenho e dedicação em tudo o que nos propusemos a fazer.

Divirta-se trabalhando  -O último princípio deixado por Jack Welch é extremamente importante. Deve ser buscado por todo e qualquer profissional, independente de ocupar cargos de liderança ou não. É muito difícil, quase impossível eu diria até, trabalhar em algo que não lhe dá prazer, que não lhe traz satisfação alguma e que simplesmente não traz motivação.

Fonte: Livro LEADER COACH (Coaching como filosofia de Liderança), de José Roberto Marques, Editora Ser Mais

Etiquetado , , , , , , , , , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: