Qual o seu nível de comprometimento ?

ovos e bacon

O Comprometimento consigo mesmo é a principal arma para que uma pessoa tenha sucesso na vida. De nada adianta ter grandes ideias, ter foça de vontade, prometer para o mundo que irá fazer isso ou aquilo, se não houver um comprometimento pessoal para o sucesso. E a trindade do comprometimento é composta por:

1 – PRÁTICA – De nada adianta apenas ter conhecimento, se não se dispuser a por em prática todo aprendizado. Deste jeito, nenhum esforço produzirá na melhoria de sua produtividade. A única forma eficaz de desenvolver um hábito é praticar constantemente os métodos diariamente. Alguns especialistas dizem que são necessários 21 dias de prática rotineira para que uma determinada atividade se transforme num hábito. Então mãos a obra. Pratique 21 dias consecutivos e crie o hábito desejado.

2 – ADAPTAÇÃO – O comprometimento consigo mesmo é fundamental para que haja adaptação dos métodos à sua realidade pessoal. Cada fase de um projeto pode ser realizada como se sugere, ou até mesmo adpatado à sua realidade, desde que se pratique e não se desvie do propósito proposto.

3 – COMPARTILHAMENTO – Eu concordo com Christian Barbosa, em seu livro, A Tríade do Tempo, quando diz que o sucesso individual, pessoal e instransferível merece o nome de egoísmo. Ele diz ainda que o sucesso verdadeiro precisa ser compartilhado com outros. Ou seja, quanto mais pessoas forem beneficiadas com o seu sucesso, melhor será. Devemos ajudar outras pessoas a serem bem-sucedidas para que alcancemos o real sucesso de nossas vidas.

Para encerrar, quero compartilhar uma historinha que nos diz muito sobre o comprometimento:

“De modo resumido a histórinha fala que uma galinha e um porco queriam montar um restaurante. A galinha sugeriu entrar com os ovos e que o porco desse o bacon (Dois elementos muito comum no café da manhã  nos EUA e Inglaterra). Cada um entraria com a sua parte no negócio. A galinha só estava envolvida. Se o negócio não desse certo o negócio, tudo bem. Já o porco, bem, o porco tinha que estar completamente comprometido com o negócio, afinal pra ter bacon, ele precisaria se sacrificar.”

Etiquetado , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: